No corre-corre de um terminal rodoviário algumas pessoas derrubaram um tabuleiro de maçãs-do-amor, esparramando-as pelo chão. Somente um homem parou para ajudar a pequena vendedora.

Ao começar a recolher as frutas, ele percebeu que ela era cega. Gentilmente ajudou-a a levantar o tabuleiro e a ajuntar as maçãs.

Ao verificar que várias de suas frutas se estragaram na queda, a menina ficou visivelmente apreensiva:

– Minha mãe vai ficar muito triste.

– Não se preocupe, minha querida, disse-lhe o homem, eu pago as maçãs que se estragaram.

Pagou e despediu-se dela, mas ela o chamou e perguntou:

– Moço, é você que é Jesus?

– Não, minha querida, mas sou um dos amigos dele.

….

Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros.(João 13.35)

Autor desconhecido

Anúncios