Imagem

Há uma brincadeira infantil ao qual meus amiguinhos e eu chamávamos de “Pira-Cola”. Quem de vocês já brincou? Trata-se de ser escolhido um “pegador” (o que estava com a “pira”…rs)  e os demais tinham que correr como loucos dele. O pegador tinha por objetivo “pegar” os demais apenas tocando em alguma parte do corpo podendo ser na cabeça, em um dos braços, mãos, pés.. em qualquer lugar para que ficasse “COLADO”, tendo que ficar parado exatamente no lugar onde fora tocado, não podendo se mover até que outro coleguinha que não estava “colado” viesse e tocasse para que ele pudesse se mover novamente e voltar à brincadeira que  só acabava quando TODOS ficassem “colados” indicando que o “pegador” havia tocado em todos vencendo.

Lembrei dessa brincadeira de minha infância ontem enquanto orava e pedia a Deus para que continuasse com Sua infinita misericórdia sobre mim e meditava sobre minha vida aqui nesta terra.

Confesso que a priori, não havia entendido o motivo que Deus me fizera lembrar da brincadeira além de ter trago boas recordações do tempo de minha mininice…Mas depois, quando me atentei aos detalhes, veio como uma parábola de algo que tenho que praticar sempre…

Comecei a fazer a comparação da brincadeira com nossa vida… Quando algum participante era tocado pelo “pegador” e ficava “colada”, ficava por um longo ou breve período de tempo sem brincar, imóvel, sem sair do lugar.. Essa não era a sua vontade, com certeza! Ela queria correr, pular, participar do que acontecia a sua volta…Ter as emoções pertinentes ao que acontecia a seu redor. Contudo, a única emoção que lhe restava era esperar que alguém LIVRE viesse lhe TOCAR para que pudesse correr e participar novamente da brincadeira. Muitas vezes é isso que ocorre com algumas pessoas. Na verdade, já nascemos escravos do pecado e do diabo (Romanos 5:12; 3:12/Efésios 2:3/Isaías 53:6), por isso ficamos estáticos e não podemos seguir para o caminho que nos conduz a DEUS, não podemos participar da gostosa festa da vida que DEUS PAI preparou para a raça a humana. Por isso precisamos ser tocados por aquele que estava livre de todo pecado e por Seu toque amoroso fomos LIBERTOS! Libertos para poder andarmos, corrermos para Ele,para segui-Lo (2 Coríntios 5:21/1Pedro 2:22).

Quando o coleguinha ficava “colado”, outro que não estava ao tocá-lo dizia em alta voz: “SALVO!” E esse que fora salvo, ficava mais atento para não ser “colado” novamente e ajudava a salvar outros também!

O inimigo toca na alma, no físico para interferir no nosso relacionamento com Deus, tentando deixar as pessoas paradas no caminho. Mas Jesus também nos toca para nos resgatar, nos curar, nos libertar.

O interessante pra mim, é que JESUS usou outra pessoa para me tocar e me salvar..e agora quer que eu também corra para tocar em outros que estão COLADOS pelo inimigo e não podem se mexer espiritualmente.. Tenho que lembrar sempre de que já fora tocada por Ele e que agora posso tocar em outros e dizer-lhes: “VOCÊ ESTÁ SALVO!” Já este, não é uma simples brincadeira..é uma realidade espiritual que durará toda a eternidade.

Imagem

Anúncios