No ano passado – 2010, meu amigo e irmão Rodrigo Barros enviou-nos uma mensagem contendo essa pregação anexada.

Toda essa palavra veio como confirmação das coisas que o próprio Espírito Santo já estava nos convencendo e despertando, tanto para nós mesmos quanto da amada Igreja do Senhor Jesus.

Hoje vivemos uma época onde não só impera o pecado descaradamente, mas também uma era de busca do comodismo onde o deus deste século é o lazer e entretenimento. Mas nós sabemos muito bem de que trata-se da independência do ser humano de Deus.

“Por se multiplicar a iniquidade o amor de muitos esfriará”

E é exatamente isso que está acontecendo à nossa volta.. o amor de muitos irmãos tem-se esfriado… Infelizmente!

Mas o que é o amor? É o próprio DEUS! É o amor ÁGAPE, o amor incondicional, o amor sem limites, de entrega e renúncia… que não é cego, ao contrário! Enxerga os defeitos e limitações humanas e ainda assim, escolheu/decidiu nos amar… É o amor descrito em 1 Coríntios 13…

E foi com esse amor que Jesus nos ordenou amar o Pai Eterno e uns aos outros.!!

Esse amor está esfriando-se… Pois as pessoas, mesmo no meio do povo de Deus, estão buscando conforto, ou apenas sobrevivência.. Mas acabam voltando-se para si mesmos.. e cerram seus olhos diante da necessidade dos pequeninos a sua volta…

Lembremos da fala de Jesus em Mateus: “Estive com fome e me destes de comer, estive com sede e me destes de beber, estive nu e me vestistes…” Ele prossegue dizendo em resposta a pergunta que lhe fizeram que quando fizermos a um “destes pequeninos” a Ele faremos.

Quem são estes pequeninos?? Faço essa pergunta a mim mesma muitas vezes…

Pode ser alguém de minha família consanguínea ou espiritual; pode ser alguém de perto ou de longe…

Pense nisso!

Quero ser um dos remanescentes!

Anúncios